Indique um Autor: Gabriel García Marquez

Gabriel García Marquez, ou Gabo, foi um dos maiores escritores latino-americanos do século XX e sem dúvida um romancista universalmente conhecido. O seu estilo de escrita rompeu com o realismo tradicional e abraçou um mundo em que a fantasia e a realidade se fundem, sendo, portanto, um dos grandes nomes do realismo mágico, que é um estilo que deriva de um movimento surrealista e trabalha a linguagem de forma extraordinária, sem buscar explicações racionais.

No ano de 1982 recebeu o Prêmio Nobel de Literatura, que representou a sua consagração internacional e também refletiu em toda a literatura latino-americana. Sem um estilo óbvio e convencional, a sua literatura ultrapassou as barreiras do tempo e inspira leitores até os dias de hoje!

Primeiros Passos

A Revoada: O Enterro do Diabo:

8501011819_vO

O cenário deste livro também é a cidade de Macondo, a cidade cenário da incrível obra “Cem anos de Solidão”, que foi publicada muitos anos depois.

Narrada por meio de monólogos interiores de três personagens (um velho coronel, a sua filha e o seu neto), a abordagem trata sobre a morte de um médico que estava entre os homens mais odiados da cidade. O cadáver teve um destino ignorado pela população do local e os três narradores refletem sobre o assunto por meio de pontos de vistas pessoais, demonstrando o que o fato significou para eles e a forma como conseguem valorizar (ou não) um ser humano e uma vida.

Obra Prima

Cem Anos de Solidão:

1

O livro narra os principais acontecimentos da vida da família de José Arcadio Buendía, um dos fundadore de Macondo, uma cidade mítica. Permeado de recursos típicos do realismo mágico, a história aborda temas como revoluções, incesto, corrupção, descontrole emocional e até mesmo loucura. Devido à naturalidade com que são tratados pelo escritor, a leitura acontece de forma extremamente envolvente e simplesmente incrível.

Publicado em 1967, é sem dúvida uma das obras mais importantes da literatura latino americana e descreve acontecimentos que se iniciam quando as coisas não tinham nomes definidos até o período do surgimento do telefone. Em razão da sua intensidade e complexidade, ele recebeu o Prêmio Nobel de Literatura no ano de 1928 e fez de Gabo uma celebridade mundial.

Vale a Indicação

Crônica de uma morte anunciada:

Cronica de uma morte anunciada

Com uma estrutura jornalística este livro aborda os acontecimentos que envolveram os últimos dias da vida de Santiago Nasar, um homem que foi assassinado pelos dois irmãos e sequer teve chance de se defender. O que confere magnitude à história é o fato de que todos os habitantes do local em que Santiago vivia ficaram sabendo da intenção dos irmãos de Santiago algumas horas antes, mas permaneceram inertes, não fizeram absolutamente nada para impedir o cometimento do crime.

As peças da história vão se formando aos poucos, os mistérios são apresentados por meio dos depoimentos das testemunhas que conviveram com a vítima e o foco do livro é apresentar uma crítica sobre a ideia de assassinato premeditado e das razões que conduzem a tais práticas. No entanto, como é típico do escritor, o livro não se resume a esta temática e também aborda questões como perdão, tempo, sentimentos e a rapidez com que a vida se esvai.

O mais diferente

Memórias de minhas putas tristes:

memorias-de-minhas-putas-tristes livro

Um velho, a solidão, a contagem regressiva para os últimos dias de vida e um amor, o primeiro amor. Essas são as questões tratadas nesta obra, que ao mesmo tempo em que se aproxima do conceito de pedofilia, nos envolve e nos encanta diante da sensibilidade ímpar com a qual os fatos são apresentados ao leitor pelo protagonista inominado, de 90 anos de idade, que se apaixona por uma virgem de apenas 14.

O que torna esse livro incrível é a oportunidade de ver um homem descobrir o amor de forma inusitada, inesperada e até mesmo proibida. Quando deita ao lado da adolescente para viver uma “noite de amor louco”, o velho que sempre viveu rodeado de prostitutas e nunca teve a intenção de se apaixonar, descobre a beleza de um sentimento profundo e passa a nutrir um sentimento puro e especial, que se revela complexo, intenso e rejuvenescedor.

Muito mais que um livro de amor, este é um livro sobre a solidão, o amadurecimento, a importância de ter alguém e as nuances da idade. Todos os temas são abordados pelo personagem narrador de forma leve, envolvente, descontraída e repleta de frases de impacto.

Vale a lembrança

O amor nos tempos de cólera:

titlestyl_dX

Sem uma sequência lógica e/ou temporal, nesta obra Gabo nos apresenta uma história envolvente sobre um amor que surge em uma época em que a esperança não existia e que nada podia ser esperado da vida, o que faz com que o sentimento se torne extremamente intenso e verdadeiro.

Nesta obra ele também aborda a velhice e a morte, temas recorrentes em seus trabalhos, mas sempre discutidos de forma diferente e inovadora. A narrativa vai e volta no tempo e enquanto isso somos apresentados a vários personagens, muitas histórias e muitos detalhes, o que faz com que a história se apresente aos poucos sobre os nossos olhos.

Um livro simplesmente encantador, doce e intenso!

 

isabelal
Isabela Lapa. Advogada, administradora do blog Universo dos Leitores e colunista do site Literatortura. Acredita que as palavras podem construir e destruir, podem fazer amigos ou inimigos, nutrir sonhos ou desilusões e por isso ama o direito e a literatura: fontes infinitas de palavras, que utilizadas da forma correta podem mudar o mundo. É um misto de contradições e de sentimentos, de qualidades e de defeitos, por isso não consegue encontrar a definição exata de si mesma. Eterna sonhadora, tem grande paixão por livros, filmes, séries de TV e, principalmente, por gestos simples e sinceros de carinho e amizade. www.universodosleitores.com

Deixe uma resposta