Caçadores de Demônios, de Ademir Pascale

 

Autor: Ademir Pascale
Editora: Draco, 2014
Páginas: 114

 

Ambientado na cidade de São Paulo, no ano de 2013, o romance Caçadores de demônios de Ademir Pascale conta sobre uma sequência de eventos na vida do caçador de demônios Rafael Monte Cerquillo (protagonista também do primeiro romance de Pascale, O desejo de Lilith) que, com a ajuda de demônios aliados, tem como objetivo impedir que Lilith extermine a raça humana.

A história começa com um encontro do caçador com um grupo de demônios e segue com encontros com outros personagens que vão ganhando mais importância no decorrer da trama, incluindo outro caçador, um padre chamado Antonio Spadoni e uma misteriosa jovem chamada Laila – personagens presentes nos e-books Antonio Spadoni e os Caçadores de demônios e Laila e os caçadores de demônios disponíveis neste link http://www.fantastiverso.com.br/cacadores.html.

A narrativa flui fácil, com uma linguagem simples e direta e é altamente focada na ação, com pitadas de humor e algumas cenas de suspense que prendem o leitor. Como já mencionado acima, a história se passa no ano de 2013, portanto, espere ver demônios infiltrados no meio das manifestações contra o aumento da passagem ocorridas em 2013, misturando ficção com realidade.

Além de tudo, o livro ainda tem trilha sonora própria, pois clássicos do rock são citados com freqüência tanto pelo narrador quanto pelos personagens. A estrutura da metade para o final do livro lembra a daqueles filmes ou livros de apocalipse zumbi (apesar de serem demônios os inimigos, e não zumbis), em que os personagens passam por sérias dificuldades para sobreviver a um possível fim do mundo. O final é um tanto surpreendente e, como em um bom suspense e ação, em poucas páginas antes do final pode-se jurar que não tem como os personagens sobreviverem. Enfim, um livro recomendado para quem gosta de uma leitura com bastante ação, suspense e que prenda a atenção.

Amanda Leonardi
Bacharel em Letras na UFRGS, escritora e tradutora. Fã de Shakespeare desde criança, fanática por Poe, poesia e por literatura clássica e de terror em geral, e também por filmes de terror. Escreve contos e poemas e participou de algumas antologias de contos e poemas. Escreve matérias sobre literatura e cinema para o Literatortura e para a revista online Conexão Literatura.

Deixe uma resposta